Por categorias | Pastoral

Eu, um vaso escolhido?

Eu, um vaso escolhido?

Esse termo foi usado primeiramente para designar Paulo, um ex-perseguidor da Igreja de Cristo, que acabara de conhecer “O Caminho” e que precisava de ajuda para o seu crescimento diante de Deus e dos homens. O crente Ananias se recusava em ir ao encontro daquele homem violento, extremista, autoritário, mas Deus lhe disse: “Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel.” (At. 9.15).

Vimos aí a ação soberana e divina, separando e valorizando aqueles que eram indignos aos olhos humanos. E é nisso que reside a nossa vantagem: Deus nos molda e nos separa para seu uso exclusivo e abençoador. Deus nos capacita com seu dom bendito e sopra em nós a oportunidade de deixarmos de ser simplesmente barro e nos tornarmos ornamento e úteis nas suas mãos.

Há, porém, um caminho, um processo, um momento entre o barro e o vaso. Há um agir divino, disponível a todos os homens, convidando-os, lançando luz aos seus desejos, fazendo-os ouvir sua voz. Deus falou de muitas maneiras e Seu Filho Jesus é a expressão permanente de sua Palavra, ao nos convidar a um modelo de vida que seja agradável ao Pai. Mas, além do agir divino, há implicitamente no convite, o direito reservado ao barro de deixar-se ser moldado, transformado e usado. Deus fala, Deus manda e Deus espera a obediência.

Vaso escolhido, separado e útil não significa vaso isento de possibilidades de rachaduras, ou imune às intempéries físicas e desgastes. Como foi provado aquele vaso escolhido! Deus está hoje à procura de homens e mulheres que se disponham a ouvir sua voz e se deixem moldar e obedeçam diariamente ao seu mando: Deus procura vasos que queiram ser separados para abençoar.

Nos tempos de Paulo e até hoje, muitos correm o risco de serem vasos “depósitos” das bênçãos. Mas vaso escolhido é até mesmo aquele que se deixa gastar, que se deixa “quebrar”, sem reservas, desde que da parte de Deus, dessedente, alimente, ornamente, alegre, perfume, sirva, abençoe, estimule, fortaleça, oriente, conduza, valorize, ame, ensine, exemplifique, proteja, viva.

Podemos dizer que você quer ser um vaso escolhido?

Em nome do Oleiro, Nilson Godoy


Escrito por:

Nilson Gomes Godoy que escreveu 89 artigos em SIBNF – Segunda Igreja Batista de Nova Friburgo.

Pastor da SIBNF

Contate o autor

Deixe um comentário

Advert

Atendimento On Line

Aniversariantes

Próximos Eventos

Twitter


Follow @2ibnf
Powered By: Make Money Online Free

© 2013 SIBNF – Segunda Igreja Batista de Nova Friburgo. Desenvolvido no Wordpress. [___Acessar___]